Cansei de tudo, e agora? 6


Por do Sol na Casa Mirante Alto da Brava

Casa Mirante Alto da Praia Brava Buzios, Rio de Janeiro

Desde pequena fui criada de uma forma nada conservadora, minha mãe meio hippie e meu pai surfista carioca da gema, vivemos sempre de uma forma "fluída" como dizia minha professora da faculdade Graça Tagutti ao falar de Sociedade Contemporânea. Dos textos da minha época da faculdade foi um que nunca mais saiu da minha cabeça.  

Viver de uma forma "fluída", o que seria isso? Na minha infância tudo que eu mais queria era ser uma daquelas pessoas que nascem, crescem e vivem a sua vida no mesmo lugar. Tem amigos que conhecem a 30 anos, conhecem tudo e todos da cidade, as suas raízes são super profundas e sabem onde vão estar de aqui a um ano. Eu por outro lado nasci na Venezuela e com 2 semanas de vida vim para o Brasil onde fiquei até os 3, depois fui para Santiago do Chile onde morei até os 9, me mudei para Viña del Mar, voltei pra Santiago aos 13 onde fiquei até completar 16. Depois que voltei ao Brasil fui parar em Teresópolis, onde fiquei até completar meus 18 anos. E já sendo uma adulta (na teoria pelo menos rsrs) voltei ao Rio de Janeiro.

Para mim, viver de uma forma fluída é movimento, viver rápido e não ter medo de mudar tudo amanhã. 

Comecei a minha vida aqui no Rio me projetando para criar as minhas raízes e percebi que por incrível que pareça, não ter morado a vida inteira no mesmo lugar foi o melhor que já me aconteceu. Simplesmente pelo fato de você conseguir enxergar as coisas que acontecem em um lugar com outra perspectiva, outro ponto de vista, algo que realmente você consegue ter uma vez que você conviveu com culturas diferentes e viu como coisas funcionam em outro lugar.  

Com o passar dos anos, me vi acordando cedo, dormindo tarde, gastando quase 4 horas em engarrafamentos por dia, fazendo algo que não gostava somente por dinheiro…dinheiro que no final do mês não daria para pagar a vida que eu queria nas condições que se encontra o país atualmente. Me senti acorrentada a coisas que não me faziam feliz, e foi assim que comecei a pensar e repensar, será que vale a pena deixar passar a vida, esquecer os sonhos, desejos e não tentar algo diferente? Trocar o certo pelo duvidoso, procurar coisas novas, tentar algo novo, algo pela primeira vez (coisa que nos dias de hoje é bem difícil).

Cansei de tudo, e agora? Depois de alguns meses surtando (migasualoka) resolvi largar tudo e recomeçar em outro lugar bem longe, com outra cultura, outro idioma, pelo menos por um tempo. Engraçado que me vi desejando aquilo que era o contrário do que sempre achei que iria querer para a minha vida, o certo e a rotina estava me apavorando!. Até agora todo o meu planejamento e determinação estão focados em mudar a minha vida, para mim estas são as palavras chaves. Planejamento porque você precisa pensar o que vai acontecer quando você tomar decisões importantes na sua vida, como largar o emprego (que foi o que fiz), me desapegar das minhas coisas, vender o carro, roupas, etc. E determinação para você não desistir no meio, ter coragem e realmente acreditar naquilo, porque o incerto dá medo, e só consegue mudar a sua vida quem vai até o final e acredita nas suas idéias, nos seus sonhos e mergulha de cabeça até os pés.  

Se você não está feliz, tente coisas novas, pense o que realmente te faz sorrir, o que te faz acordar empolgado e vai atrás disso. A vida acontece, o tempo passa e pessoas morrem em um segundo, então não deixe de correr atrás dos seus sonhos, tente fazer algo para mudar a sua situação atual se é isso que te incomoda. O seu pior inimigo é você mesmo, a sua cabeça e os limites que você se coloca, então se você quebrar essas barreiras, com certeza poderá ter o mundo nas suas mãos!  

Ao final, o que pode ser mais emocionante do que você enfrentar os seus medos, conseguir lutar contra eles e ainda vencer!

Então Bora viver!heart


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 pensamentos em “Cansei de tudo, e agora?

  • MICHU

    LULA , QUE LINDO TEXTO <3 AMEI!
    VOCÊ E A MINHA METADE MESMO BRIGANDO NAO IMAGINO A MINHA VIDA SEM VC…. DORMIR SEM VC VAI SER TRISTE E SÓ =(
    MAS SÓ DE PENSAR QUE É UMA EXPERIÊNCIA UNICA E IMPERDÍVEL QUE DEUS LHE DEU PARA VER SUA GRANDEZA JÁ ME DEIXA MAIS FELIZ!
    SEI QUE ISSO VAI TE FAZER AMADURECER EM MUITOS AMBITOS E PRINCIPALMENTE ADOCAR A SUA VIDA QUE FICOU UM POUCO "ÁCIDA" ESSES TEMPOS..HAHAHAHA … FICO MUITO FELIZ IRMÃ!<3 TUDO QUE EU MAIS QUERO É A SUA FELICIDADE E A DE TODOS.. TE VER CRESCER LONGE DE MIM VAI SER DURO POIS SENTIREI MUUUUUUUUUITO A SUA FALTA!! TODOS OS SEUS PASSOS EU REPETI Y VOCÊ FOI O MEU EXEMPLO DE TUDO QUE FIZ HOJE……. POR ALGUM MOTIVO BRIGAMOS TANTO E VC ME IRRITA MUITO MAS SEI QUE É DISSO Q EU PRECISO PARA EVOLUIR A MINHA PACIêNCIA…. E QUANDO VC NAO ESTIVER?? VOU FICAR MUITO TRISTE =((((((((((((((((((((( 
    TE AMO IRMÃ!!! TMJ SEMPREEE……….VOAAAAAAAAA QUE O FUTURO NOS ESPERA <3

     

  • Graça Taguti

    Que texto mais lindo, verdadeiro e consistente. É um relato com raízes, que se expandem pela força do sol que habita em você. Vá mais longe sempre. Procure ver o que há além do horizonte e estenda seus braços fluidos para alcançar cada amanhã, ainda não saboreado. Estou muito feliz por constatar que está minha leonina querida é dona de belas asas. E de imensos sonhos. Corra atrás deles, sempre!!